Câmeras reforçarão segurança no desfile das escolas de samba

Postado por Lucas Schultheiss Monteiro On 14:42


Três câmeras vão reforçar a segurança durante o desfile das escolas de samba nos dias 25 e 26. Os equipamentos serão instalados de modo a cobrirem todo o Sambão do Povo e as áreas de dispersão nas extremidades da avenida, no sentido Ilha do Príncipe e Santo Antônio.

Os equipamentos serão retirados no dia 27 e reinstalados no centro da cidade, de forma a cobrir o desfile dos blocos nos dias 3 e 4 de fevereiro. “As câmeras são instrumentos que se somam à nossa política”, diz o secretário de Segurança Urbana, João José Barbosa Sana.

A Secretaria elaborou um esquema especial de plantão, de forma a garantir a presença de agentes comunitários da Guarda Civil Municipal patrulhando o entorno do Sambão do Povo, nos dias do desfile da escolas, e o centro nos dias de carnaval. As câmeras da Praia de Camburi e da Curva da Jurema permanecerão monitorando esses locais.

Por meio das câmeras de vídeo, agentes da Guarda Civil Municipal monitoram 24 horas por dia pontos de grande concentração ou de circulação de pessoas em Vitória. As imagens captadas são transmitidas para a mesa da Guarda dentro do Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciodes), da Secretaria de Estado de Segurança.

Os agentes operam os equipamentos, que têm giro de 360º e alcance de até dois quilômetros. O objetivo das câmeras é inibir a prática de delitos; agilizar a resposta da Guarda e da Polícia Militar quando um delito é flagrado; auxiliar na operação do trânsito e agilizar o socorro em casos de acidentes; e ainda possibilitar a realização de estudos sobre segurança, considerando variáveis como dia da semana e horário que favorecem a ocorrência de crimes e infrações, tipos de ambientes, fluxo e concentração de pessoas etc.

Monitoramento

A instalação e operação das câmeras integram o Projeto de Viodeomonitoramento, desenvolvido em parceria pela Prefeitura de Vitória e o Governo do Estado. A Prefeitura de Vitória está investindo R$ 540 mil na instalação das câmeras - que foram doadas pela Vale - e na manutenção do sistema pelo período de um ano.

"Este é um projeto-piloto. A Prefeitura de Vitória pretende ampliar o sistema gradativamente e de forma responsável", explicou o secretário de Segurança Urbana, João José Barbosa Sana. O Videomonitoramento integra o Programa Vitória da Paz, de prevenção à violência e de construção de uma cultura de paz.

Reações: